Você ainda está apto ao mercado de trabalho?

É como se fosse ontem: você terminou o seu curso técnico ou superior e sentiu-se pronto para enfrentar o tão temido mercado de trabalho. Imprimiu diversas cópias de seu currículo minuciosamente atualizado e levou-as pessoalmente a cada uma das empresas-alvo. Contratação efetuada, ponto ganho. Talvez tenha feito uma especialização ou um curso de aperfeiçoamento e, com isso, conquistado um merecido aumento. Outro ponto ganho. E agora, o que fazer?

Muitos pensam que este é o final da história, o momento do “e viveram felizes para sempre” (no caso, o profissional e seu emprego), mas no mundo real as coisas não são bem assim: a informação muda cada vez mais veloz, a sociedade que conhecíamos ontem já não será a mesma dentro de seis meses a um ano e um profissional que não está pronto para acompanhar tal ritmo poderá “ficar para trás”.

Ficar para trás não significa somente desatualizado quanto ao seu conhecimento. Pode significar também dificuldades para galgar novas posições dentro da empresa, um aumento recusado ou até mesmo o seu nome na lista de corte de pessoal! Mas e todos aqueles anos que você trabalhou na empresa, isso não é justo! Bem, a empresa vai levar essa decisão para o RH e este vai conversar com o setor financeiro. Se o melhor para empresa for cortar o seu nome da folha de pagamentos…

Nesse momento você se pergunta: será que há algo que eu possa fazer para evitar tudo isso? Sim, claro que há. Por sorte, o controle de nossas vidas não está nas organizações, no governo ou mesmo nas escolas – somos nós mesmos que podemos controlá-las e ditar como as coisas acontecerão. Assuma as rédeas e pergunte-se: ainda estou apto ao mercado de trabalho? Meus conhecimentos e habilidades ainda são interessantes para as empresas?

Se descobrir que não, não perca tempo e trate de começar a aperfeiçoar-se amanhã mesmo! Amanhã??? Nada disso, amanhã é tempo demais! Comece hoje mesmo!

Não é só na escola / universidade que se aprende

Antes de mais nada, vamos derrubar uma ideia bastante equivocada, que diz que somente aprendemos em escolas ou universidades. Esses ambientes, quando bem escolhidos e adequados ao que desejamos aprender, são excelentes fontes de informação teórica e, possivelmente, alguma prática, mas não é somente lá que podemos aprender.

Comento isso porque vejo muitas pessoas dizerem como desculpa ao fato de não se aperfeiçoarem o fato de que não dispõem de tempos ou recursos financeiros para frequentar a escola ou universidade.  Há muitos outros lugares onde podemos aprender!

De artigos na web a livros impressos, de cursos online a seminários e palestras, muitas são as oportunidades que temos para aprender! E se souber combinar todas elas, você terá não somente um currículo invejável, mas provavelmente terá desenvolvido muito melhor seu conhecimento, uma vez que a utilização de abordagens de ensino diferentes ajuda a melhor absorver o conhecimento.

Tenha um horário fixo para estudos

O próximo ponto que desejo comentar a respeito da famosa “volta aos estudos” é o fato de que muitos simplesmente dizem “estudo quando tenho algum tempo livre” que é sinônimo de “começo mas logo paro de estudar e uso como desculpa a falta de tempo”!

Acredito que você não queira sabotar o seu próprio sucesso, sendo assim, comece por corrigir tal postura, dedicando um determinado horário diariamente (ou ao menos semanalmente) para os estudos. O tempo mínimo a ser dedicado deveria ser de ao menos 50 minutos ininterruptos, que são suficientes para fomentar a formação de novas conexões cognitivas, enfim, aprender!

Eu decidi reservar 50 minutos todas as segundas-feiras para estudar língua inglesa (sim, estou outra vez estudando, pois estou muito tempo sem fazê-lo e, mesmo lendo e escrevendo todos os dias em meu ambiente de trabalho, sinto que posso aprimorar-me e conseguir assim uma melhor postura nas reuniões). Viu só? Não precisa ser um tempo exageradamente grande, mas precisa ser suficiente para estudar e refletir sobre um determinado assunto.

Defina uma agenda para os seus estudos

Que assuntos você pretende estudar? Quando? Quais recursos irá dispor para tal?

Em nada ajudará fixar um determinado horário para estudos e somente naquele momento decidir o que irá ler ou assistir (caso seja adepto a cursos em vídeo 🙂 ). O melhor é planejar-se com antecedência, quebrando o conteúdo em “um tema por aula”. Isso ajudará muito a estudar e o motivará, uma vez que conseguirá medir o progresso nos estudos mais facilmente.

As empresas não procuram mais um profissional que atenda as suas necessidades…

Ficou chocado com essa afirmação? Não deveria ficar, pois é a mais pura verdade… Todo mundo lhe diz que as empresas procuram o profissional certo que atenda as suas necessidades, mentira, este é um conceito velho, ultrapassado, muito pregado na década de 90.

Lembre-se que estamos vivendo um período de intensa movimentação, decisões precisam ser tomadas em um piscar de olhos e, se equivocadas, podem levar a graves problemas, até mesmo a falir negócios. As empresas não querem mais um profissional que atenda às suas necessidades, elas precisam de mais, elas querem que ele supere suas expectativas, que “seja mais do que eles poderiam esperar ou até mesmo imaginar”!

Se a empresa em que você trabalha espera que você seja bom em atendimento ao cliente, que tal levar isso um passo mais adiante e desenvolver suas habilidades de comunicação de forma clara e simples? Um curso de retórica e sobre como influenciar pessoas pode ajudá-lo e muito… E um curso de vendas então? Nada melhor que conquistar mais uma nova venda (e, claro, um cliente ainda mais satisfeito) para a empresa, não acha?

Superar as expectativas começa por cumprir aquilo que é exigido e, então, começar a desenvolver habilidades que podem contribuir de alguma forma com as atividades desempenhadas ou suprir deficiências encontradas no ambiente de trabalho. Um profissional que supera as expectativas é sempre mais valioso do que aquele que somente atende as necessidades.

Bem, muito falamos e espero que o recado tenha sido passado com êxito, mas ainda não ouvi a sua resposta… E então, você ainda está apto ao mercado de trabalho? 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print