Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o webusiness 2.0? – parte 1

Praticamente às vésperas de um novo ano, todo mundo que possui seu próprio negócio, como empregador ou como autônomo, põe-se a pensar: e agora, o que acontecerá no ano que vem? O que poderei fazer para manter-me na louca corrida do mercado? A sua resposta está aqui mesmo, na Internet!

Muitos falam sobre a web 2.0, negócios na Internet e como fazer mais dinheiro com ela. Mas… será que eles falam claramente como você pode “colocar” o seu negócio na grande Web? Bem, se esta pergunta o castigava, aqui estamos para respondê-la. 🙂

A primeira coisa em que pensei foi: se falamos tanto dos benefícios da web 2.0 (nós mesmos discutimos sobre isso em Web 2.0 – A era da comunicação e da colaboração – parte 1 e parte 2), por que não falamos mais sobre como a mesma pode beneficiar os nossos negócios? Melhor ainda, por que não chamamos esse novo conceito de webusiness 2.0?

Bem, o termo me pareceu tão óbvio que corri ao Google e pesquisei sobre webusiness. Apesar de que qualquer um que o lê logo percebe que se trata da fusão das palavras web e business, ou seja, um negócio na web, não encontrei nenhum site empregando esse termo para falar da importância de adaptar-se para a web 2.0 e tirar proveito disso para os novos e velhos negócios.

Bem, não me dei por vencido e procurei também no Google Scholar – alguém já deve ter escrito sobre isso! Bem, infelizmente lá também não encontrei nenhuma fonte de informação relevante sobre o assunto

Nessas buscas todas, o máximo que encontrei foram sites dizendo que eram capazes de colocar o seu negócio na web, oferecendo serviço de hospedagem de site com um template já pronto incluso. Estamos indo para o ano de 2009, Era da Informação a mil, consumidores cada vez mais exigentes, é possível acreditar que basta colocar um site com um template qualquer e seu negócio estará realmente na Internet ou, como vamos dizer aqui, será um webusiness?

Bem, fiquei muito triste por perceber que mais ninguém estava dedicando seu tempo a falar de forma séria sobre o assunto para orientar os novos negócios, mas… Ei! Eu estou falando sobre isso! Então o Giga Mundo é um dos pioneiros (ou o pioneiro, já que não encontrei mais ninguém falando seriamente sobre esse termo) a discutir sobre webusiness 2.0 ! 🙂

Sendo assim, teremos toda a honra  e prazer de introduzi-lo, caro leitor, neste novo conceito da área de negócios que promete ajudá-lo não somente a fazer mais dinheiro, mas também a melhorar a qualidade de seus serviços e produtos ao passo que o ajuda a conseguir um melhor feedback de sua interação com os potenciais consumidores.

Como sei que teremos muito sobre o que falar por aqui, já vou avisando que dividiremos esse assunto em várias partes (sendo esta a primeira, claro). A vantagem é que, ao terminar, você já pode considerar-se sortudo por ter participado do primeiro “mini-curso” de webusiness 2.0 gratuito e acessível na Internet. 🙂

Fundamentos para o Webusiness 2.0

Bem, antes de começarmos a falar sobre webusiness 2.0, isto é, o novo modelo de negócios focado na web 2.0, precisamos compreender algumas outras coisas. Por sorte, já falamos sobre algumas delas aqui, o que torna o nosso trabalho um pouco mais fácil.

Sendo assim, caro leitor, antes de prosseguirmos, gostaria de pedir-lhe que leia (mesmo que já tenha lido) os seguintes artigos:

Web 2.0 – A Era da Comunicação e da Colaboração – Parte 1

Web 2.0 – A Era da Comunicação e da Colaboração – Parte 2

Esses dois primeiros textos buscam apresentar-lhe uma visão geral sobre a Web 2.0 e o impacto que ela vem causando na forma como as pessoas se relacionam, trocam informações e, possivelmente, oferecem novos serviços e/ou produtos.

Abrace a oportunidade e faça dela seu negócio!

Já este outro texto busca mostrar-lhe a importância de construir o seu negócio tendo como alicerce uma oportunidade, um nicho de mercado identificado e preferivelmente pouco explorado.

Dez características do profissional de sucesso

Como vai a sua marca? Trabalhando sua imagem profissional

E esses dois últimos (por agora) textos apresentam um novo perfil de profissional que deve ser trabalhado por todos nós. Você deve estar pensando: estamos falando de negócios, empresas, não de pessoas, profissionais! Na verdade, há duas excelentes razões pelas quais indiquei esses textos. A primeira é que o que se espera de um bom negócio possui muitos pontos em comum com o que se espera de um bom profissional. A segunda razão é que é impossível conseguir bons negócios se não houver bons profissionais por trás deles.

Pense Global e Aja Global por Recursos Locais

Um conceito que vem sendo bastante difundido em administração, marketing e economia é: pense global, aja local.

A idéia é simples: a globalização é uma verdade irreversível e não se pode desconsiderar isto. Quem planeja seu negócio pensando somente na concorrência local está fadado a fracassar, caso grandes concorrentes estrangeiros ou de outras regiões consigam atingir o seu público-alvo.

Desta forma, para sobreviver neste novo mundo globalizado nada melhor que pensar de forma global antes de agir localmente, isto é, sobre o público-alvo da região que seu negócio consegue beneficiar.

Entretanto, muitos negócios hoje conseguem atuar com consumidores e fornecedores de todo o mundo, então não dá mais para agir somente localmente (a não ser que você considere o seu “local” igual ao “global”, aí tudo bem 🙂 )!

Tomemos como exemplo um profissional da área de desenvolvimento de sistemas freelancer. Ele pode desenvolver seus sistemas para as empresas e pessoas de sua cidade, mas ele também pode desenvolver sistemas para pessoas e empresas de qualquer outro país graças à Internet (bem, eu ao menos trabalho com empresas estrangeiras… e você? 😉 ).

O “agir global” permite que você alcance clientes que antes eram “inalcançáveis” para você. Mas o grande problema é: como conseguir agir globalmente quando os recursos são escassos?

Com certeza viagens para ir até um potencial cliente em outro país pode ser algo complicado, principalmente para os pequenos negócios, mas a Internet hoje permite que alcancemos qualquer pessoa que esteja “conectada” (em outras palavras, que seja usuária freqüente ou casual da Internet) por custos virtualmente nulos (na verdade, você terá custos, mas nada comparável ao preço das passagens aéreas para o exterior!).

Então, se você quer que seu negócio decole, se você quer conseguir mais dinheiro, investimentos para melhorar sua infra-estrutura, maior qualidade em seus serviços, busque expandir sua “carteira de clientes” bem como a região que você é capaz de atender.

Bem, acredito que já discutimos o suficiente por hoje, então quero encerrar por agora com uma pergunta: o que você pode fazer por seu negócio hoje para melhorar a qualidade ou a produtividade e alcançar mais pessoas sem gastar muito dinheiro?

[Material pertencente ao curso Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o Webusiness 2.0?]

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

4 comments

  1. […] de volta para continuar com a nossa discussão em torno do webusiness 2.0, iniciada no artigo Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o webusiness 2.0? – parte 1. Se você está aqui, então você está interessado em ganhar mais dinheiro com o seu negócio por […]

  2. […] Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o Webusiness 2.0? – Parte 1 (primeira parte de um minicurso que eu pretendo ministrar lá no Giga Mundo, então fique atento para as próximas partes dele também) […]

  3. […] Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o webusiness 2.0? – parte 1 […]

  4. […] Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o webusiness 2.0? – parte 1 […]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print