Quatro dicas para reduzir a procrastinação

Se você precisa de um bom conselho, não precisa ir muito longe: pode encontrar alguns aqui mesmo, na web. E se você não ignorá-los, se você realmente der atenção, eles podem lhe ser úteis, mas infelizmente podem também não ser suficientes. E se são importantes dicas sobre o que fazer para certas situações, também são importantes dicas sobre o que não fazer. Em outras palavras, sabendo-se o que deve e o que não deve ser feito (e por que não deve) temos melhores chances de sucesso, superando-se assim os obstáculos.

O foco deste nosso artigo é, então, dicas para que você possa, sozinho, combater a procrastinação. Porque tão importante quanto saber o que se pode fazer é saber o que não se pode uma vez que se deseja ter uma rotina muito mais produtiva.

Bem, lápis e papel na mão (ou impressora, caso prefira imprimir este artigo), aqui vão algumas dicas sobre o que se deve evitar:

1. Verificar o e-mail várias vezes ao dia

É sempre uma boa ideia evitar isso, já que o tempo desperdiçado com a leitura de e-mails pode “devorar” até mesmo 25% do seu dia de trabalho. No caso de executivos, gerentes e outros profissionais que lidam com gerência, supervisão ou mesmo atendimento de clientes, o tempo desperdiçado pode ser ainda maior, alcançando até mesmo a marca dos 50%!

Prefira então verificar seu e-mail somente duas vezes ao dia, uma ao chegar em seu local de trabalho e outra meia hora antes de encerrar o seu expediente. Por mais que você pense que a redução da verificação de e-mails irá prejudicá-lo, você descobrirá, com o tempo, que esta é uma ótima solução para melhorar a sua produtividade e, assim, trabalhar com muito mais qualidade.

2. Ter inúmeras reuniões

E por mais que você não queira aceitar, até você já sabe disso, pois quanto maior o número de reuniões, mais vagarosamente os projetos parecem andar. Reuniões são excelentes para organizar o pensamento coletivo e determinar meios para se desenvolver projetos, mas quanto maior o número de reuniões, mais os projetos vão ficando sufocados, pois o tempo que deveria ser empregado na parte operacional será reduzido.

Nessas situações, o aconselhável é agendar um menor número de reuniões e já definindo com antecedência a agenda da mesma, que deveria ser enviada a todos os participantes com no mínimo 24 horas de antecedência, assim todos terão tempo para melhor preparar-se para a mesma e, assim, até mesmo suas reuniões serão muito mais produtivas.

3. As redes sociais

E estou certo de que você concordará comigo, pois há certas manias ou vícios que temos que podem devorar nosso tempo. Um deles, por exemplo, é o uso de redes sociais. As redes sociais podem até serem divertidas, mas convenhamos: elas podem consumir uma grande parte de seu tempo, se você não souber a hora certa de usá-las.

Nessas situações, o melhor a ser feito é evitar acessar as redes sociais em seu local de trabalho ou durante a execução de atividades.

4. Dizer sempre “sim” a todos

Se você já passou por isso, é bom evitar, pois quando dizemos “sim” a favores pedidos por outras pessoas estaremos assumindo responsabilidades que deveriam ser daquelas pessoas, o que acaba por consumir o nosso tempo.

Opte sempre por ser sincero e dizer que não pode fazer aquele favor – exceto, claro, quando já se está devendo um favor à pessoa ou quando se trata de seu chefe, nesse caso é bom pensar bem antes de dizer sim ou não.

Agora você já conhece esses quatro “pecados” dos quais deve afastar-se, avaliando bem os prós e contras de cada decisão, e por mais que você não goste disso, lembre-se que se deseja realmente alcançar seu objetivo, alguns sacrifícios devem ser feitos.

Você pode aprender muito mais sobre como reduzir a procrastinação acompanhando nosso blog e lendo nossos próximos artigos!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print