Perfil ideal do profissional que deve viajar

A grande maioria das pessoas acredita que o emprego de seus sonhos é aquele no qual elas possam viver viajando de um local para outro. Muitas delas quando conseguem o tão almejado cargo, percebem que na realidade não era bem isso que desejavam. Mas será que existe um perfil ideal do profissional que tem condições para viajar? É o que analisaremos nesse artigo.

Viagens de negócios não são para diversão

A crença de que viajar a negócios para vários lugares é uma ótima oportunidade de conhecê-los e se divertir à custa da empresa, com certeza não é verdadeira. Na grande maioria dos casos, as organizações empresariais enviam seus funcionários para outros estados e até para países diferentes com um montante de trabalho às vezes tão grande que eles mal têm tempo para sair.

Por isso, quem opta por esse tipo de emprego deve ter em mente que, apesar dessas viagens serem totalmente custeadas pelas empresas nas quais trabalham, elas estão investindo no trabalho do profissional e não na diversão, que porventura ele possa vir a ter no local para onde viajou.

Perfil procurado pelas empresas

As grandes organizações empresariais quando têm um cargo que precisa ser ocupado e que exige constantes viagens, geralmente dão preferência aos homens que sejam solteiros e que não possuam filhos, pois acreditam que esse tipo de profissional estará mais disponível para exercer suas funções de maneira que não possa ser incomodado por problemas particulares, que possam impedi-los de realizar suas viagens.

As mulheres que não são casadas e nem possuam crianças também são profissionais que podem vir a ocupar esse cargo na empresa, pelos mesmos motivos dos homens, ou seja, a falta de um forte vínculo afetivo como a presença de filhos, por exemplo. Já os homens casados em geral ficam na terceira opção nesse ranking pelo cargo em questão, pois os recrutadores entendem que em uma situação de emergência com a família ele provavelmente desistirá.

No caso das mulheres casadas com filhos, conseguir esse cargo para viajar a negócios será quase impossível, pois as empresas entendem que entre fazer uma viagem e socorrer um filho que porventura venha a ficar doente, a profissional deixará o instinto maternal falar mais alto.

Profissional que deve viajar

Vantagens e desvantagens em aceitar o cargo

Antes de aceitar um cargo que exija do profissional a disponibilidade para fazer viagens constantes, ele deve estar preparado para encarar as vantagens e desvantagens que esse trabalho possa lhe trazer. Como principal vantagem, sem dúvida alguma, é a possibilidade de viajar para novos lugares e ter um trabalho sempre dinâmico, conhecendo novas pessoas.

Como desvantagem principal está a saudade que esse profissional possa vir a ter dos familiares, amigos, principalmente se for uma viagem muito longa. Nesses casos, com a tecnologia já é possível amenizar um pouco da saudade que eles sentem das pessoas amadas.

Por isso, se existir um cargo para viajar na empresa onde a pessoa trabalha, vale a pena analisar essas questões para perceber se ela tem realmente o perfil desejado para o cargo.

Por Salete Dias

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print