Perder o emprego faz bem ao empreendedorismo

Se bem observarmos o mundo ao nosso redor, perceberemos que estamos condicionados a somente tentar algo novo quando mudanças bruscas impedem-nos de seguir com nossa rotina e é desta forma que muitas pessoas encontram coragem para abrir o seu próprio negócio – quando perdem seus empregos e percebem que, agora, precisam encontrar uma nova forma de ganhar dinheiro.

Não deveria ser assim, mas é desta forma que muitas pessoas começam a testar suas habilidades como empreendedoras. Podemos então fazer uma leve piada e dizer que “o Ministério do Trabalho adverte: perder o emprego faz bem ao empreendedorismo”.

Algo que me chamou a atenção para falar a respeito disso foi um artigo do Chicago Business, onde comenta-se que com a falta de oportunidades de emprego (e as demissões em massa), muitas mulheres norte-americanas estão pondo seus espíritos empreendedores para trabalhar – e não é que está dando certo?

Com isso, estão não somente livrando-se do desemprego, mas também criando novas oportunidades de emprego, de forma que podem ajudar outras pessoas a livrar-se da condição de desempregadas, formando assim uma “bola de neve” positiva.

No Brasil, apesar das várias investidas de programas como o Desafio SEBRAE que visa educar por meio de simulação e treinamento, o número de novos empreendedores que surgem a cada anos ainda é bastante baixo e menos ainda são os casos de sucesso – poucas empresas sobrevivem aos terríveis “primeiros três anos”, período em que os conhecimentos de empreendedorismo, controle financeiro e marketing do empreendedor são testados.

Estou sem emprego, como faço para começar a empreender?

Se você está sem emprego ou pretende ter uma segunda renda e quer começar a empreender, há diversas fontes de informação onde você pode conseguir informações sobre como melhor fazer isso.

Antes de mais nada, é importante saber que todo empreendimento leva algum tempo e investimento até firmar-se, de tal forma que o mais saudável não seria começá-lo quando está desempregado e sem dinheiro, mas sim ainda empregado ou possuindo alguma fonte de renda e dispondo de tempo e dinheiro para poder arregaçar as mangas e fazer o que será preciso.

Qual será o tipo de empreendimento? Bem, isso é você quem deve determinar – lembre-se que qualquer um pode transformar qualquer negócio em um dos vários empreendimentos de sucesso que há, necessitando para isso dispor principalmente de seriedade e determinação.

Interessou-se pela oportunidade, quer iniciar seu próprio negócio? Seu próximo passo deveria ir até o website do Sebrae e informar-se melhor!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print