Lojas virtuais

Quem está à procura de boas oportunidades já deve ter percebido que a internet está cheia delas e uma delas é por meio de vendas online – e vale lembrar aqui que, segundo consultores e especialistas em negócios, os campos do comércio e dos serviços são alguns dos que mais tendem a crescer. Afinal de contas, se levarmos em consideração certos fatores em torno de lojas virtuais podemos perceber que estas podem representar certa economia em alguns aspectos, quando comparadas a lojas físicas.

Se há uma oportunidade interessante para quem deseja atuar no mercado de compras online e possui pouco capital para investir são as lojas virtuais de nicho, isto é, focadas em um determinado tipo de necessidade de um público-alvo. E a atuação em nichos pode ajudar na formação de parcerias estratégicas, como aquelas entre lojas de ar condicionado e revendedores ou equipes técnicas de manutenção desses equipamentos. Entretanto, segundo pesquisas, os empreendedores brasileiros possuem pouco conhecimento acerca do comércio eletrônico e isso os impede de traçar uma estratégia adequada.

Lojas virtuais

Agora, entre o desejo de ter sua própria loja e vê-la entrar em funcionamento há muitas decisões importantes a serem tomadas, como a escolha de um bom domínio, contratação de um serviço de hospedagem de qualidade, etc. Caso você já possua um bom nome de domínio para a sua loja virtual e não o esteja utilizando em outro projeto, você pode usá-lo em sua nova loja, mas se não tiver ou não gostar daquele que já possui, pode ser uma boa ideia escolher um novo nome de domínio em websites para registro – mas evite adquirir nomes de domínios em leilões caros, pois não se pode garantir o ROI sobre aquela decisão. Quem deseja ter sua loja virtual mas não quer gastar muito em um sistema para tal pode utilizar-se da osCommerce, uma plataforma para comércio eletrônico de código-fonte aberto e gratuita.

Uma forma de se diferenciar no mundo do e-commerce é por meio de sua estratégia de estoque: cada loja virtual traça sua própria logística para aquisição, estocagem e distribuição, tentando equilibrar satisfação do cliente pelo menor custo possível. Uma prática que vem sendo adotada em empresas japonesas quanto ao controle de estoque é o just-in-time, que significa manter os estoques tão reduzidos quanto for possível e adquirir novos produtos de forma planejada e rápida tal que sempre se possa suprir a demanda – tal estratégia pode ser muito interessante em negócios onde o custo para manter cada unidade em estoque é muito alto. Assim, a relação estoque x prazo de entrega deve ser bem observada para garantir que o produto chegará tão rápido quanto for possível nas mãos de seu cliente, mas custando tão pouco quanto for possível para você.

Agora, a primeira pergunta que você deve responder é: no nicho em que desejo atuar, há demanda suficiente para a criação de tal empreendimento? Lojas virtuais do tipo “tem de tudo” não conseguem concorrer muito bem em um nicho já tão bem estabelecido por grandes lojas nacionais e internacionais. A estratégia de marketing por segmentação pode ser interessante então quando iniciando um negócio online, pois o ajudará a desenvolver expertise e assim ter maior credibilidade junto ao consumidor.

O simples fato de incluir um sistema de pagamento em seu website não garantirá o sucesso de suas operações – isso dependerá de suas estratégias de marketing e dos produtos ou serviços que pretende vender. E uma oportunidade como essas não deveria ser desperdiçada, pois quem não aproveitar agora poderá, dentro de alguns anos, descobrir que outra pessoa ou empresa dominou um nicho de compras online que poderia ser seu!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print