Indo às compras e gastando menos dinheiro

Você já parou para pensar e percebeu que grande parte do que você gasta é em produtos e serviços que você geralmente considera importantes em sua vida? São roupas, calçados, alimentação, etc. Você sabia que você pode continuar usufruindo disso tudo e ainda assim gastar menos dinheiro? Acompanhe nosso raciocínio, então.

Aqui no Giga Mundo, nós já publicamos um artigo chamado Como sair do vermelho e fazer meu dinheiro render? . A publicação desse artigo foi tão benéfica que decidimos por publicar uma nova versão dele (muito mais revisada e ampliada) no Clube do Dinheiro, e é o artigo Como sair do vermelho e ainda ganhar dinheiro? . Mas mesmo com toda essas dicas sobre como gastar menos e ganhar mais dinheiro, muitas pessoas ainda passam por problemas financeiros por não saberem como reduzir os gastos.

Gastar menos indo às compras… Por quê?

Um primeiro tipo de gasto que podemos “atacar” são os gastos mensais, aquilo que é comprado todo mês. Vamos supor que suas compras mensais atinjam o valor de R$ 500,00. Se fazendo as coisas certas conseguirmos uma redução de 20% em nossas despesas decorrentes das compras, teremos evitado o gasto desnecessário de R$ 100,00 por mês. Em um ano, isso pode significar uma economia de R$ 1.200,00 reais!

Vamos continuar com nossas contas: se você economizou R$ 1.200,oo reais em 2008 desta forma e colocar em uma poupança no início de 2009, supondo um juro de somente 6,5% a.a. (ao ano), isso significará um rendimento absoluto de R$ 78,00 em início 2010. Economize outros R$ 1.200,00 durante o ano de 2009, ponha na mesma poupança e, sob a mesma taxa, o rendimento que conseguirár durante o ano de 2010 será de R$ 161,07.

Na verdade, como você não vai esperar um ano para colocar tudo o que você economizou (você irá depositar na medida em que for conseguindo) e é provável que a poupança atinja este ano um valor acima dos somente 6,5% a.a., então você pode esperar um rendimento anual muito melhor que este!

Perceba que nós não deixamos de comprar: nós somente aprendemos a ser consumidores mais conscientes e a saber como gastar de forma correta. E somente isso já fez uma diferença muito grande!

Bem, agora vou apresentar-lhe as dicas básicas que todos deveriam saber quando vão fazer as  compras (principalmente se estão planejando gastar pouco)…

Mais pode ser melhor – procurando comprar “em atacado”

Muitas vezes, por comodidade, fazemos as compras semanalmente ou quinzenalmente em um “mercadinho” ou supermercado mais próximo de nossa residência, passando a oportunidade de comprar em maior quantidade e em um lugar com um preço melhor.

Minha esposa e eu fazemos as compras a cada uma ou duas semanas, geralmente de acordo com o que sentíamos necessidade. Um modelo de compras simples, mas que nos trazia um problema: estávamos gastando mais do que esperávamos e não estávamos vendo nenhuma vantagem nisso.

O que fizemos? Bem, após analisar bem e perceber aonde estávamos errando, nos perguntamos: como podemos mudar nossa forma de comprar e assim gastar menos?

A solução foi, ao menos para mim, bastante óbvia: escolhendo um lugar (geralmente loja atacadista) com um preço mais em conta e comprando em grande quantidade aquilo que duraria mais do que dois meses sem problema algum.

Os passos que nós seguimos nesse momento foram:

  • Levantamos uma lista de possíveis lojas onde comprar (e o que poderia comprar lá);
  • Consultamos os preços (via website da empresa, panfletos e “jornaizinhos” de promoções, visitando a loja, etc);
  • Escolhemos e fomos para aquela que melhor nos conviesse;
  • Decidimos fazer compras para um período tão longo quanto nos fosse satisfatório;

Se você selecionar um excelente loja, acredito que um quarto de seu problema está resolvido. Vamos em frente, encontrar o resto da solução…

Criar uma lista do que deve comprar – evite gastar desnecessariamente

É incrível como geralmente vamos às compras sem uma lista do que deve ser comprado. Resultado da ópera?

  • Gastamos muito mais tempo para comprar o que precisamos, pois não sabemos do que precisamos;
  • Acabamos por esquecer de certos itens importantes, mas que não lembramos devido à correria de nosso di-a-dia, não acha?
  • E pior: acabamos gastando com várias coisas que são dispensáveis, coisas que não estaria em nossa lista mas que, quando o produto está ali, diante dos nossos olhos, acabamos sucumbindo e levando para casa.

Crie uma lista para cada período de compras (o período pode coincidir, por exemplo, com um ou dois meses do ano). Sempre que lembrarem de algo que está acabando, de algo que precisa ser comprado todo mês, etc. anotem nela.

Quando chegar a data para ir às compras, você perceberá que, agora, já está melhor munido com uma lista de compras e o interesse por comprar em um grande atacadista – Você já detém dois quartos da solução para o seu problema.

Bem lista na mão, dentro da loja, agora é hora de escolher…

Prefira produtos  baratos e de qualidade

Muitas vezes apegamo-nos às marcas A, B e C e não queremos trocar para um produto/serviço de outra marca. Mas será que esta atitude é digna de alguém que está tentando reduzir seus gastos mensais?

Aproveite promoções, escolha marcas mais baratas e certifique-se de consultar a melhor forma de pagamento naquela loja.

Alguns produtos obviamente não poderão ser trocados, por exemplo, minha esposa e eu não abrimos mão quanto à marca de parte das fraldas (aquelas usadas na hora de dormir) por nosso filho, bem como do leite que ele toma. Mas tentamos contornar a situação, como já mencionamos, comprando aonde seja mais barato e sob as melhores condições.

E por falar em condições, vamos agora analisar a quarta e última dica que nos ajudará a fechar esse círculo de conhecimentos benefíco…

Cuidado quanto ao uso de cartões – à vista sempre foi o melhor negócio

Usar cartão de crédito é realmente bastante tentador. Entretanto, mesmo que os juros não estejam lá, na nossa cara, eles estão ali, de um jeito ou de outro. Além disso, a grande maioria dos atacadistas oferece seu próprio cartão… “Anuidade gratuita”, “ganhe brindes em suas compras”, “quarenta dias para começar a pagar” e por aí vão as vantagens oferecidas.

Antes de fazer o cartão de uma dessas lojas, consulte se realmente há necessidade do mesmo. À vista é tão bom negócio que uma loja atacadista em minha cidade vende somente nas condições de pagamento à vista e cartão de débito. Sim, nada de cartão de crédito!

Hummm… E acabou?

Não, as dicas não acabam por aí. Essas são as quatro essenciais, mas você pode encontrar várias outras, como:

  • Ir fazer as compras pode parecer um programa familiar muito bonito, mas nada econômico. Então é melhor que elas não vão junto;
  • Pode não ser possível comprar grandes quantidades de alimentos perecíveis de uma vez só, sob o risco de perder parte deles por vencimento da data de validade;
  • Se pretende comprar um livro (muitas vezes gostamos de algum que vemos no supermercado), por que não verifica pelo mesmo antes em um sebo ou livraria virtual que venda também livros usados? Basta escolher um em excelentes condições.

Bem, se você souber dosar  nossas quatro dicas (e as outras também apresentadas), pode ter certeza de que você terá condições suficientes para conseguir uma redução mínima de 5% daquilo que você gasta. Como eu falei, esse é o mínimo esperado, o máximo pode ser um valor bem mais alto que este, algo até mesmo beirando os 50%!

E agora, espero que você tenha compreendido que não é somente de ganhar dinheiro que vive o homem, mas também de saber gastá-lo de forma adequada para que o tenha quando necessitar. 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

2 comments

  1. […] Indo às compras e gastando menos dinheiro […]

  2. […] início deste ano, escrevi um artigo intitulado Indo às compras e gastando menos dinheiro no Giga Mundo. A ideia do mesmo é muito boa e tão válida que decidi tornar a falar sobre o […]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print