Franquias são bons negócios?

Muitas pessoas que buscam novas oportunidades de negócios têm se deparado diariamente com uma mesma palavra: franquias. Mas será que esta é somente uma expressão na moda ou há realmente um bom modelo de negócio por trás das mesmas?

Atualmente, as franquias têm se apresentado bastante interessantes para empreendedores, principalmente para quem está começando o seu primeiro negócio, uma vez que os riscos associados são menores por haver experiências de sucesso anteriores. Afinal de contas é isso que toda franquia “vende”, não é? Segundo dados da ABF, hoje cerca de 500 mil pessoas estão empregadas em uma franquia no Brasil, o que é um fato muito favorável. Além disso, muitos investidores têm tomado dados de franquias como parâmetros para estimar quanto uma empresa de um mesmo ramo poderá crescer e render para aqueles que investem nela.

Franquias são bons negócios?

Segundo dados também da ABF (Associação Brasileira de Franquias), a taxa de mortalidade de empresas franqueadas é muito menor do que entre empresas não-franqueadas – estima-se, em alguns setores, uma taxa de mortalidade de somente 5% nos primeiros três anos, enquanto que a taxa para outras empresas do mesmo setor poderiam chegar a 46%. O crescimento das franquias no Brasil também aponta um interesse maior dos empreendedores – cerca de 20,4% em 2010 – o que se reflete em um maior investimento em franquias e, de certa forma, alavancando a economia brasileira.

As franquias mais procuradas são aquelas que produzem itens essenciais para a vida urbana, como a alimentação, vestuário e calçados. As franquias de alimentos, por exemplo, podem ser uma ótima alternativa para quem pretende estudar estratégias que não somente atraiam mais clientes mas também fidelizem aqueles que já são. Outra opção de franquia são aquelas conhecidas como home-based, onde o negócio pode ser desenvolvido de qualquer lugar por meio de um escritório – até mesmo de um home-office, isto é, um escritório em sua própria casa.

Mas não se deixe iludir pelo excesso de otimismo – o que torna uma franquia lucrativa é o empenho e suor daqueles que estão por trás das mesmas. Deve-se sempre buscar estratégias para entender e vencer a concorrência, buscar conhecê-la e então procurar formas de destacar-se. Não importa se a sua empresa é uma franqueada ou se você a criou do zero, subestimar a concorrência pode dar a ela a oportunidade para destacar-se mais do que a sua empresa e, desta forma, impedir o seu crescimento!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print