Em tempos de crise, venda lenços!

Em tempos de crise, venda lenços…

Inúmeras vezes ouvi minha mãe dizer-me esta frase em minha infância. Obviamente, enquanto criança, não conseguiria entender a metáfora que há nela.

E tantas outras vezes ouvi na escola, na universidade e vários lugares. Palestras, seminários ou até mesmo vídeos no YouTube: quem nunca ouviu alguma apresentação motivacional falando sobre a importância de “ler nas entrelinhas” nos momentos de crise e saber aproveitar o momento para conseguir bons resultados?

“Se a vida lhe der limões, faça limonada”, “Quem não tem cão, caça com gato” e tantas outras frases poderiam ser ditas para transmitir a mesma ideia mas, no fim das contas, quando os problemas chegam e a situação “aperta”, não vejo ninguém vendendo lenços, limonadas e muito menos pondo o bichano para caçar (no bom sentido, claro), então afinal de contas, por que todos falam sobre a importância de algo se ninguém põe em prática? E afinal de contas, há realmente algo bom que podemos extrair das crises?

A crise não é para todos!

Em primeiro lugar, devemos saber que a crise não é para todos. Em uma crise financeira, por exemplo, se alguém está perdendo dinheiro, alguém está ganhando. Na última crise financeira que ocorrera, poucos estavam a ganhar dinheiro – o fato é que não havia tanto dinheiro assim e muito do “dinheiro de mentira” acabou mostrando-se sem valor, desaparecendo.

Sendo assim, em uma crise você precisa descobrir quem não está “em crise”, ou seja, quem está a ganhar, e então entender por que aquele grupo está a faturar enquanto outros estão indo à falência.

Cuidado com os charlatões

Uma coisa a se tomar cuidado em momentos de crise, principalmente quando se está tentando “vender lenços” e escapar da mesma são os charlatões, pessoas dizendo “vender lenços de seda” quando na verdade estão a vender farrapos velhos.

Falsas propostas de trabalho, produtos que o ajudarão a fazer enormes economias em sua casa (mas custam muito caro) e oportunidades “trabalhe em casa” ou “comece o seu próprio negócio” onde não há ajuda financeira, você assume todos os riscos e ainda deve pagar alguma mensalidade ou taxa após tudo isso – afinal de contas, em que ele está o ajudando?

Muitas pessoas se aproveitam da inexperiência ou desespero de outras nos momentos de crise para simplesmente “faturar e cair fora”. Elas não estão ali para apresentar uma solução real, algo que o ajude a superar tal momento.

Não espere a crise para vender os seus lenços

Agora que você já tomou consciência da importância de agir nas crises e evitar golpistas, você precisa lembrar-se que não precisa esperar uma crise para começar a vender seus lenços – faça-o agora mesmo!

Em outras palavras, não é porque tudo parece bem que as coisas não podem ser melhores. Se o seu negócio ou emprego já vai bem, mesmo assim você deveria investir em si mesmo, em seu negócio e/ou sua carreira a fim de que as coisas possam ir ainda melhores!

Fique por dentro!

E para ajudá-lo a superar ainda mais as barreiras que porventura encontrará enquanto fabrica e/ou vende os seus “lenços”, o Giga Mundo selecionou os três artigos que melhor podem contribuir com o seu desenvolvimento – é ler e pôr em prática:

E então, pronto para se tornar um sucesso, vendendo lenços em tempo de crise?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print