Como ganhar mais dinheiro

Olá, amigo(a)! Se você acompanha as categorias finanças e negócios de nosso blog, com certeza já tem várias boas idéias de como proceder a fim de conseguir o seu “dinheirinho a mais” para aquela viagem pretendida ou, quem sabe, chegar ao seu primeiro milhão. O Giga Mundo vem ajudá-lo(a) mais uma vez e traz uma lista de “coisas a fazer” que você deveria adotar a fim de chegar mais rápido e longe, financeiramente falando. 🙂

1. Gastar menos, poupar mais, investir melhor

Esta tríade é famosa e com certeza não há como chegar a lugar nenhum sem ela.

Imaginemos que você tem a tarefa de encher um tanque com água que chega por meio de torneiras (ganhos, o seu salário, por exemplo), mas que o mesmo vaza por meio de uma ou mais torneiras que há no mesmo (os gastos). Qual a primeira idéia que você terá? Fechar as torneiras que estão causando o vazamento e tentar abrir mais as que trazem a água, óbvio!

Apesar de ser óbvio em um exemplo trivial e totalmente distante de nós (quanto às nossas emoções e sensações), na prática as coisas não são bem assim. As tentações são muitas no nosso dia-a-dia e há gastos que não podem ser reduzidos facilmente. E agora, como proceder?

Bem, para não sermos redundantes, vou indicar aqui um artigo que escrevi algum tempo atrás e que muitas pessoas têm gostado de ler: Como sair do vermelho e fazer meu dinheiro render?

Assim que você criar o hábito de gastar menos e poupar mais, você sentirá a necessidade de fazer seu dinheiro render mais, pois a poupança atualmente rende pouco (cerca de 0,6% ao mês). Neste momento você poderá optar por começar a pesquisar sobre fundos de investimento e aplicações. A idéia é boa, mas é bom estudar bastante cada opção a fim de saber se está realmente na hora e se ela lhe será realmente proveitosa.

Aqui, vou indicar-lhe nosso artigo Poupança, Fundos de Investimento ou Ações para uma boa introdução no assunto. Agora, uma dica rápida: se você está ganhando acima de R$ 33.000,00 anuais e quer investir em fundos que render-lhe-ão cerca de 1% ou menos, pode não ser uma boa idéia, pois lembre-se que os rendimentos de seu investimento serão somados aos seus proventos e calculado em cima disso o IRPF, que poderá tornar o rendimento igual ou até inferior ao da poupança.

2. Trabalhe um pouco mais hoje, para trabalhar menos amanhã

Frase simples, verdadeira e do conhecimento de todo mundo, mas pouco empregada. Se você não mais está no vermelho e está até mesmo conseguindo guardar um pouco ótimo, você está indo muito bem. Se você já está feliz com isso, ok, opção sua, mas se você, assim como eu, prefere “aumentar a margem de segurança”, nada melhor que se empenhar um pouco mais agora para poder descansar (até mesmo para fazer aquela viagem de férias) depois.

Acredito que uma das maiores inimigas das pessoas aqui não é a falta de oportunidades, pois elas existem aos montes (caso contrário, como explicar que há tantos profissionais abarrotados de trabalhos e empregos – eu no meio 🙂 ). As duas principais razões são inexperiência e indisposição.

Se o seu problema é inexperiência, quer seja por não ser um perito em algum campo profissional ou por não saber aonde conseguir as oportunidades, não se preocupe, aos poucos você conseguirá chegar lá. Estude, invista em si mesmo, procure conhecer mais o mercado (conversando com outros profissionais, perguntando em fóruns, blogs e sites, pesquisando na Internet, etc.), comece a “aparecer melhor” (nossa sugestão aqui é o artigo Como vai a sua marca? Trabalhando a sua imagem profissional) e logo logo você começará a receber a devida atenção de clientes, empresas, empregadores, etc. Experimente!

3. Invista pesado na sua formação profissional

Aqui vai mais uma dica do tipo “todo mundo sabe, mas (quase) ninguém segue…” .

Em minhas andanças pela Internet (sou uma “presença viva” por aqui desde 2001, quando comecei um curso universitário e tive acesso livre à Internet 🙂 ), já encontrei muitas pessoas que me pediram conselhos. Para muitas falei, mas poucas realmente escutaram e praticaram. E isso me entristece. 🙁

Mas fico radiante sempre que encontro mais tarde um dos que me escutaram e conseguiram sucesso. Na verdade, ao me reencontrarem, geralmente eles me perguntam qual poderia ser o próximo passo. Esses, sim, me matam de orgulho! 😀

Bem, o que mais repito a eles é: se você quer que o mercado de trabalho o respeito, você tem que se dar valor! Para isso, comece por moldar a sua formação profissional, buscando o tão conhecido, sonhado, almejado e invejado perfil do profissional de sucesso. Aliás, das dez características do profissional de sucesso aqui apresentadas, podemos destacar o estudo contínuo de línguas (a nativa, a mundial – a inglesa – e se possível uma outra), bons conhecimentos em informática (você adquire isso fácil, fácil, reduzindo seu tempo de Orkut e MSN e dedicando maior parte do tempo a compreender o ambiente operacional, o pacote de Office que você geralmente usa e as principais ferramentas indicadas em sua área de trabalho), conceitos de gestão de negócios, liderança e finanças e atualização de seus conhecimentos dentro de sua área de atuação.

E quando se fala em investir pesado em sua formação, isso pode envolver a aquisição de algum livro para estudo, inscrição em cursos, etc. Lembre-se que você estará fazendo um investimento em si mesmo, que é com certeza a melhor coisa que você poderá fazer rumo à sua jornada de sucesso!

E se quiser algumas referências de livros interessantes a serem lidos, reforço aqui apresentando a lista dos cinco livros que você deve ler do mês de agosto. Sim, eu sei, ainda não criei uma nova lista de livros a serem lidos e há um bocado de pessoas querendo novas indicações. Calma, não se preocupe que em breve teremos mais, ok? 😉

Se quiserem uma indicação de um novo livro que vocês podem ler a fim de agregarem mais valor ao seu modelo mental, sugiro Os Segredos da Mente Milionária,principalmente se você pretende ser um dos “novos ricos do amanhã” ou busca mais sucesso naquilo que faz (não somente falando financeiramente).

… E continue assim!

Como demonstrei anteriormente, geralmente conhecemos as “regras do jogo”, porém evitamos jogá-lo. Esta não é a melhor alternativa caso você realmente queira atingir a tão conhecida e almejada independência financeira.

Sendo assim, não se deixe esmorecer nos primeiros meses por críticas de terceiros dizendo que “não adianta isso”, “nasceu pobre, vai morrer pobre” ou coisas do gênero. Não esmoreça nem discuta com essas pessoas para provar quem está certo ou errado, pois vai estar perdendo seu tempo (que não é tão comprido assim e deve ser sempre aproveitado da melhor forma possível).

Continue sua jornada e, tão logo comece a aparecer resultados (tanto positivos quanto negativos), comente aqui para que possamos discutir sobre os mesmos, ok? 😉

Bem, é isso, a partir deste ponto interrompe-se a discussão e parte-se para a ação. Em outras palavras, é com você! 😀

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print