Como funcionam os Certificados de Depósito Bancário

Os certificados de depósito bancário, chamados de (CDBs), são títulos de renda fixa, que representam depósitos a prazo, muito utilizados pelos bancos comerciais que precisam de captação de recursos.

Esses CDBs são um tipo de investimento que prometem o pagamento mais tarde do valor que foi investido mais o acordo de uma taxa que é feita no momento da transação.

Exemplo: João quer comprar um CDB, ele vai emprestar um dinheiro ao banco e vai receber juros em troca, no final do prazo do contrato o banco vai pagar-lhe o valor que João investiu mais a remuneração da aplicação. Essa remuneração que João recebeu nunca é negativa.

Vamos conhecer agora algumas características do CDB:

  • Para quem gosta de segurança, esse tipo de investimento tem baixo risco;
  • Atualmente esta rendendo bastante;
  • Não existe cobrança da taxa de administração;
  • Sua rentabilização é diária.

Os bancos gostam bastante desse tipo de investimento, porque isso garante a eles capital para muitas transações. Selecionamos algumas perguntas que muitos fazem para explicar melhor como funciona os CDBs.

Como é calculada a rentabilidade?

As taxas da transação podem ser pós-fixadas ou pré-fixadas e podem até ter outra base de remuneração, isso depende da que melhor agradar o cliente.

Como posso investir em certificados de depósito bancário?

Você pode negociar com seu gerente ou mesmo por meio de terminais de auto-atendimento. As taxas geralmente vão de acordo com o dinheiro aplicado, ou seja, quanto mais a pessoa investe melhor a taxa de remuneração.

E o prazo?

Depende do tipo de remuneração que for contratada.

Existe risco?

O risco é bem baixo porque a renda é fixa, mas se o banco falir a pessoa pode não receber o valor que investiu. Aplicações de até R$: 60,000,00 por CPF são garantidas pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

E a tributação?

Para isso criamos uma tabela com as informações sobre tributação:

  • Aplicações até 180 dias: 22,5%;
  • Aplicações até 181 a 360 dias: 20%;
  • Aplicações até 361 a 720 dias: 17,5%;
  • Aplicações acima de 720 dias: 15%.

Vale lembrar que o imposto é decrescente por causa do prazo da aplicação. Se o resgate for feito em menos de 30 dias após a aplicação, incidirá o IOF, Imposto sobre operações financeiras. O IOF só é isento a partir do 30° dia, e o IOF também não incide nos fundos de investimentos em ações.

No dia do vencimento do CDB, a pessoa recebe todo o rendimento obtido naquele prazo.

E então, alguma dúvida sobre Certificados de Depósito Bancário? 🙂

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print