A importância de fazer bons investimentos

O termo investimento consiste no ato de investir, ou seja, aplicar certa quantidade de dinheiro em algo que no futuro irá lhe trazer lucros. Existem inúmeras formas de investimento onde muitas pessoas resolvem aplicar o seu dinheiro. Muitas pessoas realizam investimento sem se dar conta por meio de formas tão simples como comprar uma casa que pretenda alugar ou vender, depositar em uma caderneta de poupança ou usar seu dinheiro para abrir seu próprio negócio.

Qualquer pessoa pode fazer investimentos em papéis bancários ou em negócios, sendo atribuído o termo investidor àqueles que atuam profissionalmente investindo e ganhando dinheiro com a valorização da empresa em que invistiu ou aqueles que aplicam em investimentos bancários, como a caderneta de poupança, fundos de investimento ou ações. O tipo de investimento em que pretendemos aplicar depende principalmente de nossas preferências, dinheiro que dispomos para aplicar, tempo que podemos manter investido e riscos que somos capazes de tolerar.

Tipos de rendimentos

Os rendimentos, isto é, capital que ganhamos por meio de alguma fonte de renda, seja ela um investimento ou não, classificam-se em rendimentos ativos e rendimentos passivos:

  • Rendimento ativo – esse tipo de rendimento tem como característica nosso esforço, nossa participação de forma ativa, como acontece com o salário, que ganhamos por nosso próprio trabalho. Não importa o tipo de atividade que desempenha em sua profissão, se atua como professor de informática ou prestando serviços como autônomo, nosso salário é sempre um rendimento ativo;
  • Rendimento passivo – esse tipo já é diferente, pois nesse caso é necessário realizar uma aplicação em algo ou desenvolver algum produto que seja capaz de gerar receita sem que precisemos nos esforçar. Investimentos bancários ou no mercado imobiliário, investimento em empresas de terceiros, licenciamento de direitos autorais sobre livros ou músicas são alguns exemplos de fontes que podem trazer-lhe rendimento passivo. Não importa o valor total alcançado por meio de um rendimento passivo, o importante é reduzir os esforços necessários para conquistá-lo!

Se você ainda não possui o hábito de investir ou está começando e não sabe como deve proceder, não se preocupe, o Giga Mundo está aqui para ajudá-lo. Você pode seguir os três seguintes passos e alcançar bons resultados em seus investimentos:

Primeiro passo: Poupar

Poupar pode ser compreendido como o hábito de economizar parte do seu dinheiro e aplicá-lo em uma caderneta de poupança, protegendo seu capital.

A caderneta de poupança é, em sua essência, um tipo de investimento de mais baixo risco possível, de forma que para aqueles que estão começando ela pode servir como uma segurança para saber que não irá perder o dinheiro aplicado.

Entretanto, os rendimentos da caderneta de poupança também são dos mais baixos, de forma que, quando atingir uma quantidade de capital suficiente (você deve determinar a quantidade de acordo com os seus interesses), deverá prosseguir para o seguinte passo.

Segundo passo: Investir em melhores opções

Como esse artigo busca demonstrar, investir apresenta grande importância e para aquele que está interessado em tornar-se investidor de verdade, saber a hora certa de mudar para um outro tipo de investimento mais atraente é vital.

Robert Kiyosaki, autor de Pai Rico Pai Pobre, por exemplo, teve excelentes resultados no mercado imobiliário, adquirindo imóveis subvalorizados para vendê-los na hora certa. Quem atua no mercado de ações, saber em quais empresas investir ou a hora certa de vender e comprar ações pode significar a diferença entre sucesso financeiro e fracasso completo.

E como saber quais são as melhores opções? Excelente pergunta que, para conseguir a resposta, você precisará estudar, aprender bastante sobre o tipo de investimento de sua escolha.

Um primeiro passo poderá ser então a leitura do manual do investidor, um curso online desenvolvido e publicado no Clube do Dinheiro.

Terceiro passo: Saber gastar

Até pouco tempo atrás, os melhores conselhos na área de finanças pessoais sempre diziam para “não gastar”. Robert Kiyosaki trouxe uma nova concepção: gastar pode ser interessante, quando os gastos são direcionados a algo que pode nos trazer dinheiro.

Desta forma, Kiyosaki incentiva que se gaste, mas em coisas que sejam verdadeiros ativos, isto é, coisas que podem nos trazer rendimentos (cuidado para não se confundir com rendimentos ativos, ok?).

Desta forma, gastar não é proibido, mas sim é incentivado que se gaste em coisas que podem lhe trazer retorno, como melhorias em imóveis que são alugados ou vendidos, aquisição de novos equipamentos para o seu empreendimento, etc.

Onde encontrar mais informações?

Se você se interessou pelo assunto, pode então fazer uma visita a dois artigos nossos muito apreciados pelos nossos amigos aqui no Giga Mundo:

  • Como conseguir meu primeiro milhão de reais – este artigo apresenta como se pode chegar ao primeiro milhão de reais por meio de diversas formas diferentes de investimentos bancários;
  • Como investir um milhão de reais – este artigo apresenta uma ideia de como se pode aplicar o montante alcançado no artigo anterior a fim de que o mesmo continue a crescer e possamos a aproveitar do mesmo para realizar nossos sonhos e projetos.

E você, amigo leitor, está convencido da importância de fazer bons investimentos? Já decidiu em que deseja investir? Vai em frente, comente aqui e participe de nossa discussão. 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

One comment

  1. Ilderley says:

    Muito boa este post ele traz dicas muito interssantes.
    Parabéns.!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print